Mesmo sem vitória, Hoffmann se mostra esperançoso:“Eu vejo um time que vai brigar pela vaga”

Neste sábado (14), as atletas do Galo estrearam pela série A2 do Brasileirão, na Arena Independência. Em partida sem gols, o Atlético empatou com o time capixaba Vila Nova. Devido às recomendações feitas pela CBF em relação ao coronavírus, o jogo não foi aberto ao público, mas contou com a presença e apoio das atletas não relacionadas para a disputa.

Imagem

Por ser o primeiro jogo da temporada, ainda é cedo para fazer análises conclusivas sobre o desempenho do time. Para essa partida, a equipe aderiu uma postura mais ofensiva, principalmente na primeira etapa, e pressionou bastante com jogadas construídas pelas laterais do campo. A etapa inicial foi dominada pelo Atlético, mas a equipe diminuiu o volume de jogo no segundo tempo e deu mais espaço para equipe adversária jogar.

Mesmo criando mais oportunidades, o time escalado por Hoffmann não foi eficaz nas finalizações. A equipe teve poucas chances claras, como dois chutes parados no travessão. Vale lembrar que a boa atuação da goleira Jayana, do Vila Nova, também dificultou bastante a vida do time alvinegro.

O treinador atleticano atribui a queda de desempenho no segundo tempo a uma questão psicológica. “Temos que aprender a lidar com o adversário não nos dando espaço, o gol não saia e fomos nos perdendo, o nosso padrão de jogo foi se desarranjando com o passar do tempo.” Para o comandante, paciência é a palavra a ser trabalhada. A atacante Joyce também citou a falta de calma na hora de finalizar como fator que pesou para que o placar não se alterasse. “Faltou tranquilidade, calma, um pouquinho de experiência para fazer o gol”.

Divulgação/Atlético Mineiro

Apesar da equipe não sair vitoriosa, é pertinente ressaltar o futebol notório apresentado por algumas jogadoras, na tarde de estreia. A lateral-direita Isabella, que veio da parceria do Atlético com o Prointer no ano passado, manteve sua titularidade e fez uma partida importante, apesar de ter saído machucada no segundo tempo. Flávia, uma das contratações do Galo para essa temporada, vestiu a camisa 10 e reagiu bem à responsabilidade. Ela foi lembrada pelo técnico Hoffmann durante a entrevista. “É uma menina de muito talento, tem apenas 17 anos. Acredito que fará parte da nova geração da Seleção Brasileira Sub-20”.

Outros destaques da equipe foram as atletas Bruna, com boa atuação pelo meio, Ilana, a lateral-esquerda que teve grande contribuição no ataque e nas bolas paradas, além de Karol que assumiu nova posição esse ano e se adaptou bem, jogando na zaga. Joyce também sobressaiu durante a partida, mostrando habilidade e poder ofensivo e Milena, que entrou no segundo tempo mostrou bastante raça dentro de campo.

Com o empate, cada equipe somou um ponto no Grupo E. A próxima disputa do Atlético pela série A2 do Brasileirão é contra o Vasco, no Rio de Janeiro, sem previsão de data já que os jogos do Brasileirão A2 foram suspensos por tempo indeterminado pela CBF.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s