Ficou pro Independência

A tarde dessa segunda-feira foi diferente. Galo e Red Bull Bragantino entraram em campo para iniciar a decisão do Brasileiro A2. A partida foi realizada no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. As Vingadoras são donas da melhor defesa da competição, enquanto o Red Bull, o melhor ataque.

Rebeca Reis/CBF

Enganou-se quem imaginou um jogo de ataque contra defesa com pressão da massa bruta. Pelo contrário. As Vingadoras dominaram a partida mesmo sendo visitantes, conseguindo equilibrar ataque e defesa e fazendo boa distribuição pelo meio.

A partida começou com bastante estudo das duas equipes. O Galo tentava criar espaços para ataques promissores, o que aconteceu em alguns momentos, mas o Bragantino também buscava o ataque e tentava aproveitar o fator campo para abrir vantagem nos primeiros 90 minutos.

Rebeca Reis/CBF

Logo aos 2 minutos de jogo tivemos boa chegada com Day fazendo jogada individual. Logo em seguida, Iara conseguiu um belo chute, mas ficou no quase. As Vingadoras aumentaram a pressão no decorrer da partida, mas o Red Bull soube se defender. A zaga estava sempre bem posicionada e tirando todas as bolas. Do outro lado, Amanda fez grande defesa aos 32 minutos, quando Ariel, artilheira do campeonato, saiu sozinha. Amanda saiu da área e fez o corte preciso. Logo em seguida Aninha respondeu. A camisa 10 chutou de longe, mas a goleira Karol fez uma grande defesa. A bola ainda bateu na trave antes de sair.

E foi aos 36 a maior oportunidade do Atlético. Em disputa na área, Flávia Gil disputa, mas a bola fica no braço da adversária. A arbitragem marca a penalidade máxima. As Vingadoras têm tido problemas com pênaltis nesta temporada. Até então havíamos sofrido 4 faltas na área e convertido apenas uma batida, com a própria Flávia Gil. E foi ela quem foi para a bola, mas, dessa vez, chutou alto, por cima do travessão.

Rebeca Reis/CBF

O Red Bull voltou com mudanças para o segundo tempo. Aos 4 minutos elas conseguiram balançar as redes, mas a bandeirinha marcou o impedimento no lance. Aninha, mais uma vez, respondeu rapidamente e chutou na trave, que não foi amiga do Galo neste jogo! As Vingadoras seguiram com domínio no meio de campo e pressionando as adversárias durante toda a partida, mas nada mudou, faltou o encaixe na finalização, penetrar melhor na zaga adversária. O jogo terminou em 0 a 0.

A partida de volta está marcada para terça-feira, dia 7/09, às 11h. O Independência será o palco da grande decisão. Com o placar aberto, as equipes vêm pressionadas para a grande final.

O Galo jogou com:

Amanda, Leila, Cotrim, Flávia Gil, Ilana (Jaque), Marta, Day, Aninha (Pissaia), Guedes (Cinthia), Iara (Sofia), Soraya

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s